sábado, 18 de outubro de 2008

Construindo um Relacionamento Saudável por Meio da Ajuda Mútua

Reconstruir a vida e o relacionamento familiar é uma experiência muito dolorosa e difícil. Porém, em muitos casos, Deus nos dá a graça de conhecermos pessoas maravilhosas que são capazes de nos orientar, confortar e estimular a caminhada de fé. Sou grato a Deus por ter me permitido reconstruir minha história ao lado de Jhosy, minha esposa. Tenho vivido uma experiência incrível de crescimento ao lado dela. E hoje, é com muita alegria que coloco em nosso blog sua primeira reflexão, desejando que seja a primeira de muitas, pois sei que ela tem muita coisa a ensinar sobre sua vivência com a Palavra de Deus, o que a torna uma mulher, além de linda, sábia.

"Dia 18 de outubro, houve mais um encontro de aconselhamento, sendo desta vez abordado o tema: “Como aconselhar casais em casos de crises”. Este assunto é vasto, podemos perceber pela quantidade de livros, artigos e eventos que são realizados nas igrejas, sempre buscando tratar de problemas que se desenvolvem ao longo da vida a dois. Posso dizer que aconselhar não é nada fácil, principalmente quando não sabemos lhe dar nem com os nossos próprios conflitos, mas assim como poderemos precisar de um conselheiro em algum momento do nosso casamento, também deveremos nos disponibilizar a agir como tal procurando ajudar casais a saírem das suas crises, colaborando para que mais um lar não seja destruído.
Tenho observado o meu esposo Airton, que dentre outras coisas mais, também é um excelente conselheiro. Vejo o quanto ele é procurado por casais, ou mesmo por um dos cônjuges, que trazem situações difíceis, entre elas o desejo de se separarem. Alegro-me junto com ele quando contemplamos casamentos sendo restaurados, e percebemos o quanto é importante buscarmos ajuda e também estarmos aptos para ajudar.
Tenho lido alguns livros sobre o assunto; interesso-me porque estou casada há pouco tempo e quero estar atenta às necessidades do meu cônjuge e aos conflitos que podem surgir, pois se não forem tratados no início, no seu ápice se tornarão de difícil contorno. Sempre busquei observar casais ao longo da minha vida, mas hoje não estou como expectadora e sim como atuante, desfrutando dessa bênção instituída por Deus, por isso busco compreender melhor a dinâmica da relação à luz da Palavra de Deus, fonte segura de orientação para nossas lutas e desafios.
Construir família é algo precioso e deve ser feito com responsabilidade e amor, mas acima de tudo necessita ser alicerçada dentro dos padrões bíblicos. Deus criou o casamento de maneira perfeita como tudo o que Ele fez, nós é que o tornamos imperfeito porque somos humanos, cheios de falhas, egoístas e buscamos, na maioria das vezes, os nossos próprios interesses.
Quando Deus estabeleceu o casamento, na criação, este visava promover a glória de Deus, fazendo com que o casal vivesse e cumprisse a vontade do seu Criador. A felicidade seria decorrente disto, e não dos interesses pessoais. Precisamos entender que só seremos felizes se primeiro promovermos a glória de Deus em nossa relação. Uma vez que isto tenha sido feito, então, nosso olhar se volta para o nosso cônjuge e sua felicidade passa a ser algo importante para nós também, pois queremos auxiliá-lo no cumprimento da vontade de Deus. Buscar a felicidade do outro e seu bem-estar fazem parte do nosso mandato diante de Deus. Assim, o amor não deve ser visto apenas como um sentimento, mas sim como uma decisão que tomamos de amar alguém.
Seu casamento não precisa ser um tormento, coloque-o aos pés do Senhor, busque ajuda, não queiram ser mais um no rol de divorciados, não sujeitem seus filhos a essa frustração, e nem alimentem o conceito da sociedade quando diz que casamento é uma instituição falida.
Rogo ao Senhor que nos ensine a vivermos de maneira que o agrade, conduzindo nossas famílias em seu caminho, buscando o seu auxílio em tudo o que formos fazer. Talvez isto signifique rever conceitos em nossas vidas para aprimorarmos nosso relacionamento à luz da Palavra de Deus.
Se você está enfrentando crises em seu casamento, aconselho que busque ajuda, não desista antes de tentar, porque Deus se agrada daqueles que perseveram, acreditando que Ele resolverá os seus problemas.
Felicidades a todos!!!"
Soli Deo Gloria!

Jhosy Ferreira Vasconcelos

3 comentários:

alex disse...

Esse artigo me faz lembrar um casal que estou aconselhando em minha igreja, que bateram o martelo e resolveram se separar, no entanto o Senhor tem trabalhado na vida deles.
O divórcio é fruto da dureza dos corações, o próprio Cristo nos orienta a isso.
Que nossos corações estejam abertos ao recomeço, ao perdão: essa é a grande atitude diante de muitas crise.

adriano disse...

Joshy, muito legal seu texto, gostei muito e mesmo nao sendo casado, ja quero aprender com tquem tem experiencia e claro basear minha vida com minha futura esposa com o que Deus deseja de nos.... parabens...

miriam leda disse...

Claro, sensível, profundo. Parabéns Jhosy, continue escrevendo.